O 7° catazete do Nervo Óptico é dedicado à obra da artista Vera Chaves Barcellos. No trabalho A Respeito do Sorriso – Keep Smiling, Vera retrata amigos e a si própria com uma pequena placa de identificação, similar à usada para registrar a data em fotografias de passaporte ou registro penitenciário , com a inscrição “Keep Smiling”, continue sorrindo. A artista e pesquisadora Camila Schenkel destaca que a obra opera com dois paradigmas da linguagem fotográfica: o retrato de proporção 3 X 4 que enquadra o rosto e parte do peito, e o sorriso.

Já a crítica Angélica de Moraes enxerga no catazete uma alusão irônica ao ambiente político de então, de vigilância constante, quando a ditadura militar fazia sangrenta repressão à oposição. “O único caminho para a sobrevivência era “continuar sorrindo” para a foto oficial perscrutadora de intenções subversivas” interpreta Angélica. Vera Chaves Barcellos, entretanto, esclarece que o caráter político não estava em seu horizonte criativo: “Minha intenção foi realizar um trabalho divertido”, declara a artista.

Para François Soulages, há uma crítica implícita na inscrição Keep Smiling referente à pressão social do bom humor e do “Tudo vai bem”, às exigências sociais da polidez, enfim. (Fonte: SOULAGES, François. Obras Incompletas. Zoulk: Porto Alegre, 2009).