facebook youtube

Agenda

22 de Setembro: Abertura “Apropriações, Variações e Neopalimpsestos”

No dia 22 de setembro de 2018, a partir das 11h, a Fundação Vera Chaves Barcellos inaugura a exposição coletivaApropriações, Variações e Neopalimpsestos,que reúne trabalhos de mais de 30 artistas, entre brasileiros e estrangeiros, pertencentes ao acervo artístico da FVCB.

A mostra conta também com obras dos artistas Ismael Monticelli, Romy Pocztaruk, Virginia de Medeiros e do Coletivo Slavs and Tatars, especialmente convidados para a exposição. No mesmo dia, teremos o primeiro encontro do Curso de Formação Continuada em Artes, com visita mediada à exposição oferecida aos professores e educadores inscritos (às 10h).

 Acompanhando a abertura, acontecerá o lançamento de dois catálogos de exposições que ocorreram anteriormente na Fundação Vera Chaves Barcellos: (2017/02) e A Condição Básica (2018/01). Amplamente ilustradas, as publicações apresentam os textos curatoriais em português e em inglês. Distribuição gratuita. A curadoria da exposição foi do duo de artistas Ío e a da exposição A Condição Básica foi da equipe da Fundação.

 As atividades integram a 12ª primavera dos museus que ocorre de 17 a 23 de setembro de 2018 e é organizada pelo Instituto Brasileiro de Museus – Ibram.

 Para o evento a FVCB disponibilizará transporte gratuito em dois horários: às 11h e às 14h, com saídas em frente ao Theatro São Pedro, Centro Histórico de Porto Alegre. Inscrição prévia: info@fvcb.com | (51) 3228-1445 e (51) 98102-1059.

 SERVIÇO
Quando:
22 de SETEMBRO de 2018, SÁBADO, DAS 11 ÀS 17H.
Onde: Fundação Vera Chaves Barcellos – Av. Senador Salgado Filho, 8450|Viamão/RS.

Inscrições para o ônibus da abertura:info@fvcb.com| (51) 3228-1445 | (51) 9848-5994.

Visitação até 15 de dezembro de 2018.

Agendamento prévio das visitas: educativo@fvcb.com | (51) 98229 3031.

A Condição Básica: A presença na videoarte | Atividade paralela

A Fundação Vera Chaves Barcellos convida para “A Condição Básica: a presença na videoarte”. O evento será no Instituto de Artes da UFRGS e é uma atividade paralela à exposição “A Condição Básica”, em cartaz na Sala dos Pomares até o dia 28/07.

Na tarde de terça-feira, dia 17 de julho, a partir das 15h, serão exibidos os quatro vídeos que fazem parte da exposição coletiva “A Condição Básica” e, na sequencia, a artista, pesquisadora e professora Elaine Tedesco irá comentá-los, dando enfoque ao exercício de apropriação realizado pelos artistas e em outras produções da videoarte.

A entrada é gratuita e a FVCB emite certificado de participação. A atividade ocorrerá na sala ex 63G no sexto andar do Instituto de Artes (Senhor dos Passos, 248, Centro, Porto Alegre)

Vídeos:
- Sancta Sanctorum, 2005, de Alejandra Andrade;
- Nine out of ten movie stars make me cry (I’m alive), s/d, de Claudio Goulart;
- Tarzan of Tarzans, 1992, de Claudio Goulart;
- Bandeira, 2006, de Patricio Farías.

 

SEGUNDA SESSÃO | Documentário “Nervo Óptico, um olhar global na solidão local”

A Fundação Vera Chaves Barcellos convida todos para a segunda sessão de lançamento do documentário “Nervo Óptico, um olhar global na solidão local” que ocorrerá no  Goethe-Institut Porto Alegre (Av. Vinte e Quatro de Outubro, 112, Porto Alegre, RS).

O documentário foi produzido e financiado pela Fundação Vera Chaves Barcellos. A realização é das produtoras  Flow Films e Ph7 Filmes.

”Nervo Óptico, um olhar global na solidão local” é um documentário que trata da atuação do Grupo Nervo Óptico, criado em 1976, em Porto Alegre, que teve como principais objetivos discutir a produção da arte contemporânea, questionar as imposições do mercado e promover a renovação das linguagens. Os componentes do grupo exploraram o caráter experimental da arte, produzindo debates, exposições, intervenções e ações no espaço urbano, com intenso emprego da fotografia. O documentário traz um resgate dessa produção, 40 anos depois, incluindo, além de entrevistas com os artistas integrantes do grupo (Carlos Asp, Carlos Pasquetti, Clovis Dariano, Mara Alvares, Telmo Lanes e Vera Chaves Barcellos), depoimentos de outros artistas e críticos importantes da área.

Confira o Trailer no nosso Canal do Youtube: https://youtu.be/uzoOaBOf-6Q

>>> 05 DE JULHO | QUINTA-FEIRA | 19H | Goethe-Institut Porto Alegre: https://www.facebook.com/events/458839844560518/

Após a exibição do documentário, conversa aberta com a pesquisadora Ana Albani.

Todos convidados! Aguardamos vocês!

Nervo Óptico, um olhar global na solidão local | Lançamento do Documentário em duas sessões

A Fundação Vera Chaves Barcellos convida todos para o lançamento do documentário “Nervo Óptico, um olhar global na solidão local”. Uma produção Fundação Vera Chaves Barcellos, Flow Films e Ph7 Filmes.

 ”Nervo Óptico, um olhar global na solidão local” é um documentário que trata da atuação do Grupo Nervo Óptico, criado em 1976, em Porto Alegre, que teve como principais objetivos discutir a produção da arte contemporânea, questionar as imposições do mercado e promover a renovação das linguagens. Os componentes do grupo exploraram o caráter experimental da arte, produzindo debates, exposições, intervenções e ações no espaço urbano, com intenso emprego da fotografia. O documentário traz um resgate dessa produção, 40 anos depois, incluindo, além de entrevistas com os artistas integrantes do grupo (Carlos Asp, Carlos Pasquetti, Clovis Dariano, Mara Alvares, Telmo Lanes e Vera Chaves Barcellos), depoimentos de outros artistas e críticos importantes da área.

Para o lançamento, preparamos duas sessões:
>>> 01 DE JULHO | DOMINGO | 16H | Fundação Iberê Camargo: https://www.facebook.com/events/1552212364907829/

>>> 05 DE JULHO | QUINTA-FEIRA | 19H | Goethe-Institut Porto Alegrehttps://www.facebook.com/events/458839844560518/

Após a exibição do documentário, conversa aberta com a pesquisadora Ana Albani.

Todos convidados! Aguardamos vocês!
______________________

Karine Emerich é cineasta, jornalista, especialista em cinema e televisão pela EICTC e em comunicação popular, e trabalha com produção audiovisual há mais de 30 anos. Entre 1991 e 1990 morou em Lisboa e fez criação e direção de programas para televisão, exibidos nos canais RTP, SIC e TVi, através do Núcleo de Projetos Especiais da Panavídeo. Em Porto Alegre, trabalhou na Cooperativa de Vídeo, depois Casanova Filmes, onde coordenou a reformulação da produtora e desenvolveu a área de produção de conteúdo independente. Desde 2007, através da ph7 filmes atua como roteirista, diretora e produtora criativa e parceira de outros autores na concretização de suas ideias fílmicas. Hopi Chapman é proprietário da produtora Flow Filmes em Porto Alegre/RS, desde 2007. Holandês e mestre em Cinema e TV pela Universidade de Amsterdam, atuou na Holanda e no Brasil em vídeos institucionais, comerciais, programas de TV e documentários. Hopi traz para a produtora sua bagagem, desde 1995, experiências diversas, como diretor, diretor de fotografia e montador. Seus documentários já foram exibidos em museus, festivais de cinema em Amsterdam, Porto Alegre, Gramado, São Paulo, Vitória, Campinas e nos canais de televisão SESCTV, Arte1, TV Box Brasil, Canal Curta, TV Justiça e TVE/RS. Atualmente dirige a série documental Culturando, sobre jovens e suas atividades artísticas e culturais, com estreia prevista para o segundo semestre na TV Brasil.

Ana Maria Albani de Carvalho é doutora em Artes Visuais – História, Teoria e Crítica pela UFRGS e professora-pesquisadora junto ao Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais e ao Departamento de Artes Visuais da UFRGS, desde 1996. Desde os anos 1990 atua como curadora independente, com exposições realizadas em diversas instituições, como Fundação Iberê Camargo, Santander Cultural, MARGS, MACRS, Pinacoteca do Instituto de Artes da UFRGS, entre públicas e privadas. Destaca-se as mostras “Nervo Óptico 40 anos”, no (Centro Cultural São Paulo, 2016/2017), “Nervo Óptico – Poéticas Visuais (1994), “Espaço N.O. – Expo Documental” (Edital Fumproarte, 1995), “Coleção Rubem Knijinik – Arte Brasileira Contemporânea (MARGS, 2001), “Pedro Escosteguy: Poéticas Visuais (MARGS, 2003), “A Medida do Gesto – um panorama do Acervo do MACRS (MACRS, 2011) e a atuação como consultora geral da mostra “Grão da Imagem – retrospectiva dos 40 anos de trajetória artística de Vera Chaves Barcellos”(Santander Cultural, Porto Alegre, 2007). É autora do livro “Espaço N.O. – Nervo Óptico (Rio de Janeiro, Funarte, 2004), entre outras publicações sobre arte contemporânea. Vive e trabalha em Porto Alegre, RS.

 

 

FVCB na 16ª Semana de Museus

Integrando a programação nacional da 16ª Semana de Museus, promovida pelo IBRAM, a FVCB realiza no dia 19 de maio uma visita mediada acompanhada de encontro com artistas da mostra “A Condição Básica”.

A visita será guiada com a mediadora Marga Kremer e com os artistas Elida Tessler e Sandro Ka. Para a atividade, a FVCB disponibilizará transporte gratuito POA –Viamão – POA, com saída às 14 horas, em frente ao Theatro São Pedro (Praça da Matriz, Centro, Porto Alegre).

Inscrições por e-mail: info@fvcb.com ou pelos telefones: (51) 3228-1445 ou (51) 98102-1059.

 

SOBRE A EXPOSIÇÃO:

“A Condição Básica”, mostra coletiva que reúne trabalhos de mais de 30 artistas, entre brasileiros e estrangeiros, pertencentes ao acervo artístico da FVCB. A mostra conta também com obras dos artistas Elida Tessler e Guilherme Dable, especialmente convidados para a exposição.

Reunindo um diverso conjunto de trabalhos formados a partir de diferentes elementos, alguns alheios ao campo das artes visuais, a exposição apresenta a apropriação como procedimento criativo, reconhecendo o hibridismo e a contaminação como fundamentos integrantes da arte e da cultura.

Artistas Participantes:

Alejandra Andrade | Alfredo Nicolaiewsky | Ana Miguel | Anna Bella Geiger | Antonio Caro | Carlos Asp | Claudio Goulart | Elida Tessler| Enric Maurí | Fernando Alday | Guilherme Dable | Guglielmo Achille Cavellini | Helena d’Avila | Hudinilson Jr | João Castilho | Julio Plaza | Klaus Gröh | Lenir De Miranda | León Ferrari| Lia Menna Barreto | Lluís Capçada | Lurdi Blauth | Marlies Ritter | Nino Cais | Noemí Escandell | Patricio Farías | Sandro Ka | Telmo Lanes | Walda Marques | Vera Chaves Barcellos | Vilma Sonaglio

FVCB promove distribuição de publicações

Na próxima segunda-feira, dia 23 de abril de 2018, a Fundação Vera Chaves Barcellos fará a distribuição gratuita das publicações “Silvio Nunes Pinto: Ofício e Engenho” e “Patricio Farías: A arte de rir da Arte” produzidas com o financiamento Pró- cultura RS FAC.

A distribuição ocorrerá na Sede de Porto Alegre (Av. Julio de Castilhos, 159, 6° andar, Centro Histórico) das 9h às 13h e das 14h às 18h. Participe!

Distribuição de Publicações
Quando: SEGUNDA-FEIRA, 23 de abril de 2018
Horário: 9h às 13h e das 14h às 18h
Onde: Sede de Porto Alegre – Av. Julio de Castilhos, 159, 6° andar, Centro Histórico, Porto Alegre, RS
Mais informações: info@fvcb.com

 

Abertura da exposição A CONDIÇÃO BÁSICA

A Fundação Vera Chaves Barcellos inaugura no dia 07 de abril a mostra A condição básica na Sala dos Pomares. Saiba mais.

No dia 07 de abril de 2018, a Fundação Vera Chaves Barcellos inaugura A condição básica, exposição coletiva que reúne trabalhos de mais de 30 artistas, entre brasileiros e estrangeiros, pertencentes ao acervo artístico da FVCB. A mostra conta também com obras dos artistas Elida Tessler e Guilherme Dable, especialmente convidados para a exposição.

Fotografias, vídeos, serigrafias, livros de artista, obras gráficas e objetos, além de pinturas, esculturas e colagens integram a nova mostra com organização da Fundação Vera Chaves Barcellos que problematiza a questão da apropriação no universo das artes visuais na contemporaneidade.

Alejandra Andrade | Alfredo Nicolaiewsky | Ana Miguel | Anna Bella Geiger | Antonio Caro | Carlos Asp | Claudio Goulart | Elida Tessler | Enric Maurí | Fernando Alday | Guilherme Dable | Guglielmo Achille Cavellini | Helena D’Avila | Hudinilson Jr | João Castilho | Julio Plaza | Klaus Gröh | Lenir de Miranda | León Ferrari | Lia Menna Barreto | Lluís Capçada | Lurdi Blauth | Marlies Ritter | Nino Cais | Noemí Escandell | Patricio Farías  | Sandro Ka | Telmo Lanes | Walda Marques | Vera Chaves Barcellos | Vilma Sonaglio
Abertura da exposição A CONDIÇÃO BÁSICA
Quando: 07de ABRIL de 2018, SÁBADO, DAS 11 ÀS 17H.
Onde: Fundação Vera Chaves Barcellos – Av. Senador Salgado Filho, 8450| Viamão/RS.
Inscrições: info@fvcb.com | (51) 3228-1445 | (51) 9848-5994.

 

Para o evento a FVCB disponibilizará transporte gratuito em dois horários: às 11h e às 14h, com saídas em frente ao Theatro São Pedro, Centro Histórico de Porto Alegre. Inscrição prévia: info@fvcb.com | (51) 3228-1445 e (51) 98102-1059.

Informações: www.fvcb.com | www.facebook.com/fvcbarcellos

Lançamento da publicação Silvio Nunes Pinto: Ofício e Engenho e Palestras

Projeto da Fundação Vera Chaves Barcellos resgata a memória de artista viamonense falecido em 2005. Silvio Nunes Pinto: Ofício e Engenho tem financiamento do Pró-Cultura RS | Fundo de apoio à Cultura e prevê o lançamento de uma publicação e palestras sobre a produção do artista.

A Fundação Vera Chaves Barcellos e a Secretaria de Estado da Cultura, Turismo, Esporte e Lazer apresentam o projeto Silvio Nunes Pinto: Ofício e Engenho no dia 15 de março, às 14h30, no auditório do MARGS – Museu de Arte do Rio Grande do Sul Ado Malagoli.

Na data será lançada uma publicação que documenta a obra do artista e serão realizadas palestras sobre temas relacionados a esta produção. O livro terá distribuição gratuita e o evento entrada franca.

SILVIO NUNES PINTO: OFÍCIO E ENGENHO
Lançamento da publicação e Palestras
Quando: 15 de março de 2018, QUINTA- FEIRA, das 14h30 às  17H30
Onde: Auditório do MARGS (Rua 7 de Setembro, Porto Alegre, Rio Grande do Sul).
Inscrições:
[+] info@fvcb.com | (51) 3228-1445 | (51) 9848-5994.

 

Realizado com financiamento do Pró-Cultura RS | Fundo de apoio à Cultura, o projeto tem título homônimo ao da exposição realizada em 2016 na FVCB que apresentou ao público a então desconhecida obra de Silvio Nunes Pinto, artista negro autodidata com uma variada produção que expressa a potência da cultura popular em sua força inventiva.

FVCB no Carnaval

Informamos que estaremos em recesso nos dias 12 e 13 de fevereiro em função do Carnaval.

Voltaremos a nossas atividades na quarta-feira (14).

Foto: Reserva Técnica da FVCB, Fábio Alt, 2015.

Encerramento de Aã

Dia 16 de dezembro, sábado, é o último dia para visitar a exposição da FVCB.  Haverá transporte gratuito POA – Viamão – POA, com saída às 14h em frente ao Theatro São Pedro.

Com curadoria dos artistas Laura Cattani e Munir Klamt – o duo Ío – a exposição coletivapromoveu uma interação entre obras do acervo da Fundação Vera Chaves Barcellos com produções de artistas convidados, algumas delas em diálogo com o ecossistema natural que cerca a Sala dos Pomares, espaço expositivo da FVCB.

No próximo dia 16 de dezembro, será a última oportunidade que o público terá para ver de perto as obras de cerca de 38 nomes da arte contemporânea reunidos em Aã.

Para o encerramento, a FVCB disponibilizará transporte gratuito POA – Viamão -POA, com saída às 14h em frente ao Theatro São Pedro. As inscrições podem ser feitas por e-mail: info@fvcb.com  ou pelos telefones (51) 3228-1445 e (51) 98102-1059 .

Encerramento
SÁBADO, 16 de Dezembro
Horário: 14h às 17h
Onde: Fundação Vera Chaves Barcellos | Av. Senador Salgado Filho, 8450
Viamão – RS.